Pop Art

Por Juliana Andrade (revista TABU 2007)

O movimento artístico mais comentado do momento é sem dúvida a Pop Art. Suas cores, sua expressão e seus artistas têm sido tema de exposições e filmes que trazem à tona a efervecência dos anos 60 e conquistam cada vez mais fãs na nova geração.
O movimento que causou grande controvérsia dentro da sociedade intelectual da época, não deixava separações entre a realidade e a arte. Muitas vezes retratava exatamente a vida cotidiana, em críticas que certas vezes não eram compreendidas por serem expostas de maneira tão atraente, com abundância de cores e formas.
Com uma crítica irônica sobre a sociedade de consumo, os artistas se apropriavam de símbolos e signos massificados para criarem essa arte que se tornava irresistível, transformando-se também em objetos de desejo.
Foi através das histórias em quadrinhos, da publicidade, das imagens televisivas e do cinema que artistascomo Andy Warhol, Roy Lichtenstein e James Rosenquist se tornaram grandes nomes da arte no século 20. Em pleno deslumbramento mundial pela chamada “american way of life”, era inevitável que os artistas que mostravam esse ideal com cores e luzes chegassem ao posto de celebridades. O filme Factory Girl retrata exatamente a fama e a intensidade em que vivia Andy Warhol. O artista que criava obras em cima de mitos como Marilyn Monroe, em certo ponto passou a construir mitos. Foi o caso da socialite Edie Sedgwick, uma jovem que se tornou a musa do artista e instantaneamente o foco da imprensa americana. Warhol transpirava Pop Art, ele simbolizava a realização do “sonho americano” desde suas obras até a maneira como vivia. Inclusive como grande fã de celebridades.
O movimento, que surgiu nos anos 60 e foi febre nos 80, caiu novamente no gosto dos fashionistas. Totalmente mergulhada em cores e com forte inspiração na arte, a moda atual combina perfeitamente com a vibração das obras da arte pop. Da decoração de ambientes às estampas de camisetas, por todos os lados vê-se inspirações no movimento que desmistificou o conceito de que “a arte é para poucos” e abriu as portas de museus e galerias para a entrada de filmes e fotografias.
warholcampbellsoup.jpg
foto: reprodução

2 Respostas to “Pop Art”

  1. MARIÂNGELA Says:

    Adoro assuntos sobre pop art e principalmente na década de 60.
    Grata,
    Mariângela

  2. Thaisa Says:

    É encantador saber que a moda se liga harmoniozamente à arte! Moda é arte!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: